sexta-feira, 27 de abril de 2012

Pensando besteira

Eu e meu marido nos amamos muito, aquele amor que a gente sabe que é pra sempre, que nunca mais vai acontecer, que faz a gente pensar que ninguém se ama mais do que a gente se ama. É muito bom.

Mais por amá-lo tanto assim, o que mais quero é que ele seja feliz, e sei que pra felicidade dele ser completa só falta um filho.

Então por mais que eu tente não pensar besteiras eu penso, penso que se eu largar dele talvez ele encontre outra pessoa que possa lhe dar filhos mais rápido, sem tanto stress e ansiedade.

Eu sempre falo isso pra ele, e claro ele sempre fica muito bravo, diz que está comigo porque me ama, que se não tivermos filhos biológicos podemos adotar e etc..

Só que um dia desses estava na casa da minha cunhada quando o marido dela chegou e as crianças dela fizeram a maior festa pra receber o pai, meu marido também fez a maior festa com as crianças, muito lindo de ver. Mais o meu sentimento de impotência foi inevitável, e quando cheguei em casa chorei e falei pro meu marido que queria largar dele pra que ele pudesse ter filhos e uma família completa, porque eu não sabia se um dia eu iria conseguir.

Já não sei mais o que fazer pra mudar esse sentimento de que não vou conseguir.
Gente parece loucura.
Será que sou só eu quem penso essas besteiras?


"E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis." Mateus (21:22)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Para acalmar o coração

Dedica-te a Deus, espera com paciência

"Exercei paciência e firmai vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima" (Tg  5,8)

Quando vamos aprender que somente pelas nossas forças nunca chegaremos a lugar nenhum? Antes de tudo, precisamos nos aceitar como somos, com nossas faltas, fraquezas, problemas, inseguranças, e acreditar que o plano de Deus para nós é maior do que tudo o que tem acontecido conosco.

"Estou sempre vivo diz o Senhor; pronto a te ajudar e a consolar mais do que de costume se confiares em mim e me invocar com fervor" (A Imitação de Cristo 57,3)

Não desanimemos diante de situações aparentemente impossíveis de serem resolvidas.
Tenhamos paciência! A paciência que sabe esperar e deixar que Deus molde nossas vidas no tempo Dele.

Lembra-te de mim, meu Deus, e guia-me por um caminho reto ao teu reino (cf. Lc 23,42)

Jesus, eu confio em vós!

Livro: Comece bem o seu dia
Luzia Santiago
Editora Canção Nova

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Que sentimento é esse???

Desculpem meninas pela demora em dar notícias, mais meu coração estava muito apertado.

Infelizmente na quarta-feira o resultado negativo foi confirmado, fiquei muito triste.

Estou muito confusa, estou invadida por um sentimento que tem me deixado pra baixo, acho que por mais que eu tente, tente, tente... não sei se vou conseguir, sei lá é estranho.

Ao mesmo tempo que não quero acreditar nesse sentimento, que o meu caso não é um caso tão grave tipo uma esterilidade, que tenho chances reais de conseguir, que se pedir com fé e de coração pra Deus ele vai me atender, parece que não adianta, o medo e o pessimismo tá sempre me assombrando.

O negativo dessa vez foi um dos mais difíceis, não teve só aquele gosto amargo de negativo, teve o gosto amargo da perda.
Eu estava muito confiante, e vou confessar uma coisa, foi como se eu tivesse tentando engravidar dos meus bebezinhos de novo, sei que nunca mais terei eles aqui comigo e isso dói muito.

É, acho que é mais por isso que estou mal, perdi meus filhos de uma forma muito abrupta, perdi meu chão, meu maior sonho que estava se realizando foi me tirado de uma vez, e voltar a tentar engravidar me fez sentir mais perto deles, sei que é errado pensar assim mais o que posso fazer, estou completamente dominada por pensamentos e sentimentos confusos.

Eu não tenho postado porque não quero postar só coisas tristes, não quero ficar de coitadinha, a minha vida não é só tristeza, mais nunca mais serei a mesma de antes.

Agradeço a Deus todos os dias por me dar saúde, uma família, meu emprego e tudo que conquistei.
Não sou ingrata, mais a minha vida parece que só vai ter sentido quando eu tiver um filho.

Obrigada a todas pelos comentários e emails com palavras amigas e carinhosas, vocês se tornaram muito importantes na minha luta!

Agora vou voltar a visitar todos os cantinhos, vamos juntas dar força umas pra outras né!
Bjss..



quarta-feira, 4 de abril de 2012

E a luta continua

Depois de duas semanas de pura ansiedade hoje fiz o Beta.
Fui já sabendo que provavelmente não tinha dado certo porque estou com um pequeno sangramento desde uma semana após a transferência, que seria o dia da nidação.
Também na segunda-feira fiz um teste de urina que deu negativo, não resisti, estava muito angustiada.

Seria cômico se não fosse trágico, terei que confirmar o "negativo", o resultado foi 4 e todo mundo já deve ter visto um resultado de teste de gravidez, a maioria diz que menor que 5 não é gravidez.
Então continuarei tomando os medicamentos até a semana que vem quando repetirei o Beta.
Podem imaginar como estou né? Esperar 15 dias já me deixou quase louca, agora vou ter que esperar mais uma semana.

Estou muito triste, estou mais uma vez sem chão, esperar mais essa semana é só mais uma etapa pra eu poder esperar por outra possibilidade de estar grávida, não é garantia nem certeza de nada.
Quanto tempo terei ainda terei que esperar pra ter um filho?
Terei um filho?

Meninas assim que me sentir melhor voltarei a ler o cantinho de vocês e comentar, é incrível como mesmo não querendo, mesmo lutando contra, eu paro toda a minha vida pro meu tratamento.
E além de estar muito triste com o resultado também estou triste com alguns acontecimentos, tem sempre aquelas pessoas inconvenientes que falam demais, que nem disfarçam o sorriso, e aquelas que não falam quando a gente espera uma palavra de conforto. A verdade é que estou sensível, um beijo a todas, espero que estejam bem, estarei sempre aqui se precisarem!

Total de visualizações de página